Trajos

Nos séculos passados, os trajos constituíram marcas indeléveis da nossa cultura. Não havendo a diversidade actual, existia, todavia, uma variedade segnificativa de modas e estilos caraterísticos em cada região. Porque o contacto com outras culturas era escasso, pela inexistência de meios visuais de comuinicação social e também porque os transportes eram bastantes precários e os recursos muito limitados, cada região apresentava caraterísticas próprias nas sua indumentária, não havendo lugar a uma moda global ou generalizada, como acontece nos nossos dias.

O Rancho Rosas do Lena reconstituiu e apresenta de uma maneira geral os trajos camponeses de Ver-a-Deus e trajos de mercado, os usuais nos domingos e nas festas religiosas da Paróquia batalhense. Terra que também foi de almocreves, reproduz um destes trajos do século XIX reconstituindo ainda os dos noivos.